Bem vindo ao site da FESERP MG

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua Dona Mariana Evangelista 37/102, Poço Rico, JF/MG CEP: 36010-430

Filiados

Ponte Nova


31/07/2013

Sindicato de Ponte Nova comemora conquista histórica

(Ponte Nova – MG) – O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova Antônio Ferreira Rodrigues Júnior ainda comemora um conquista histórica para a categoria. Em reunião realizada no último dia 19, os sindicalistas conseguiram da administração municipal, representada pelo prefeito Guto Malta, o Adicional de Insalubridade. O Chefe do Executivo disse que tomará todas as providências cabíveis para iniciar o Processo Licitatório para contratar firma especializada que fará as avaliações das condições de trabalho dos motoristas da SEMED e gradativamente em todos os setores da Prefeitura. Na tarde desta quarta-feira (31 de julho), Antônio Ferreira Rodrigues Júnior relatou todo o processo ao presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, que elogiou o colega pela conquista, que, na sua avaliação, representa “o resultado do trabalho de luta e mobilização da atual diretoria”

25/11/2013

Ponte Nova filia-se à FESERP-MG

(Ponte Nova – MG) – Em busca de um apoio que nunca teve em outras instâncias, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova filiou-se, nesta segunda-feira (25 de novembro) à FESERP-MG. “Tomamos essa decisão de forma muito consciente. É esta entidade que esteve sempre ao nosso lado, desde que foi fundada, mesmo sem nos cobrar a filiação efetiva. E para fazer parte não há mensalidades – o que é uma postura muito importante para sindicatos de cidades pequenas, que convivem com poucos recursos”, testemunhou o presidente Antônio Ferreira Rodrigues Júnior, que vem conquistando ganhos históricos para a categoria durante a sua gestão, como, por exemplos, o Adicional de Insalubridade e os reajustes salariais acima da inflação. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte filiou-se também à CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros).

15/07/2015

Sindicato de Ponte Nova comemora conquistas para os servidores

(Ponte Nova – MG) – O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais  de Ponte Nova (SINDSERP), Antônio Ferreira Rodrigues Júnior, comemora o bom trabalho realizado e as conquistas recentes para os servidores. Na manhã desta quarta-feira (15 de julho), ele se encontrou com o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, e relatou os benefícios conquistados. “Nossa reposição salarial foi de 6,41%, mesmo índice do vale-alimentação, que passou para R$ 9,50 dia (R$ 270 mês). Além disso conseguimos um aumento real de salário permamente com a incorporação do 1/5 (a partir do sexto ano trabalhado, o servidor faz jus a esses 20% do quinquênio) e uma espécie de processo geral para testar a insalubridade dos serviços – os trabalhadores já foram submetidos e agora esperamos os resultados dos laudos”, disse o presidente do SINDSERP, para ilustrar algumoas das boas notícias. “O Antonio (Rodrigues) é muito atuante e está colhendo os frutois do seu trabalho”, elogiou Cosme Nogueira.

05/10/2015

Eleições no Sindicato de Ponte Nova

(Ponte Nova – MG) – Acontecem nesta terça-feira (6 de outubro) as eleições para a nova diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP) – entidade filiada à FESERP-MG. Concorrem três chapas: a 1, encabeçada pelo atual presidente Antônio Ferreira Rodrigues Júnior e com as presenças de Tarcísio Barbosa Martins (candidato a vice-presidente), Maria Idalina Coelho (secretária-geral), Disnei Florentino Martins (secretário) e Solange Aparecida Monteiro Reis (tesoureira); a 2, com o candidato a presidente José Geraldo Freitas e mais Denise Aparecida Moura (vice-presidente), Roberta Reis Vasconcelos (secretária-geral), Gilson Rogério Gomes Gonçalves (secretário) e Daniela Ester de Carvalho (tesoureira), e a Chapa, que tem entre os principais nomes José Geraldo Roberto (presidente), Agripino Gonçalves da Luz (vice-presidente), Maria Aparecida Catarina (secretária-geral), Leonardo José Lopes (secretário) e Francisco de Assis Silveira (tesoureiro).

A eleição começa às 8h e se estende até às 17h, com quatro urnas, uma na sede do SINDSERP (Rua Olegário Maciel 89, Centro), outra no Pátio de Obras (Bairro Triângulo) e duas itinerantes, que vão percorrer, durante o dia, 38 pontos. 712 servidores estão aptos a vota e quem ganhar leva um mandato de cinco anos.

A FESERP-MG está presente no processo eleitoral com o presidente Cosme Nogueira e o assessor jurídico Eldbrendo Monteiro.

06/10/2015

Chapa 2 vence as eleições no Sindicato de Ponte Nova

(Ponte Nova – MG) – A Chapa 2 venceu as eleições para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP) – entidade filiada à FESERP-MG – em pleito ocorrido durante toda esta terça-feira (6 de outubro). Ela obteve 163 votos, contra 110 dados à Chapa 1, e 80 ao terceiro gupo concorrente – ainda foram registrados nove votos nulos/brancos. Com o resultado os principais nomes da próxima diretoria do SINDSERP, para um mandato de cinco anos, serão: o presidente José Geraldo Freitas, a vice-presidente  Denise Aparecida Moura, a secretária-geral Roberta Reis Vasconcelos, o secretário Gilson Rogério Gomes Gonçalves e a tesoureira Daniela Ester de Carvalho.

Assim que saiu o resultado o novo presidente prometeu “resgatar os servidores, e transformar o SINDSERP cada vez mais forte e importante”.  E escolheu a prioridade inicial: a elaboração de um Plano de Cargos e Salários, dando até a receita para conseguir um bom documento: “diálogo, principalmente quando um dos interlocutores nessa conversa será um sindicato fortalecido”, disse José Geraldo Freitas. Sobre o relacionamento com a FESERP-MG, o sindicalista pregou um incremento da parceria já existente. “Da nossa parte vamos trabalhar, e da Federação temos certeza que receberemos experiência e apoio. A FESERP-MG será o nosso norte”, disse. O presidente da Federação, por sua vez – que acompanhou todo o processo ao lado do assessor jurídico da entidade Eldbrendo Monteiro – garantiu o apoio e a estrutura da FESERP-MG. “É um jovem e promissor sindicalista, de uma entidade e de uma cidade importantes. Pode contar conosco”, disse Cosme Nogueira.

4/10/2015

Co-fundadora da FESERP-MG, Rita de Cássia Martins Santos está de volta ao Sindicato

(Ponte Nova – MG) – No último dia 6 de outubro a chapa 2 venceu as eleições para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP) – entidade filiada à FESERP-MG. No grupo dos eleitos, como presidente do Conselho Fiscal, uma velha conhecida da Federação: Rita de Cássia Martins Santos. Ela esteve em São Lourenço, no Sul do Estado, nos dias 14 e 15 de agosto de 2009, na histórica reunião que definiu a criação da FESERP-MG – e, portanto, pode ser considerada uma das co-fundadoras da entidade. “Foi um momento grandioso. A gente lutava muito e se reunia. Éramos de outra federação, mas todos nós ali embarcamos nesse projeto novo que era a FESERP-MG. É muito gratificante saber que esse sonho se transformou em realidade e seis anos depois o projeto está consolidado”, testemunhou Rita de Cássia (foto), na semana passada em Ponte Nova. Ela tem 23 anos de serviço público (atualmente é recepcionista/atendente no setor da Saúde) e espera usar toda essa experiência em seu retorno ao Sindicato. “Vontade de trabalhar pelo servidor público é o que me trouxe de volta”, resume a futura presidente do Conselho Fiscal do SINDSERP, com posse marcada para primeiro de dezembro.

02/12/2015

Nova diretoria toma posse em Ponte Nova

(Ponte Nova – MG) – Uma cerimônia na Câmara Municipal, na noite desta quarta-feira (02 de dezembro) , com a presença de dezenas de funcionários públicos, sacramentou a posse  da nova Diretoria  do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP) – entidade filiada à FESERP-MG. Os novos dirigentes venceram as eleições no início de outubro e assumiram o sindicato ontem (terça-feira, primeiro de dezembro).  Para o presidente da Federação, Cosme Nogueira, presente ao ato, a nova diretoria tem grandes desafios pela frente mas todas as condições de vencê-los. “O SINDSERP tem que ser um pêndulo, oscilando nos meandros da crise que assola o país em direção à categoria dos servidores públicos”, disse. Os representantes dos poderes Executivo (o secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Paulo Roberto Santos) e Legislativo (o presidente da Câmara de Vereadores José Mauro Raimundi) saudaram os novos sindicalistas e prometeram diálogo, no primeiro caso, e apoio, no segundo. Na sua vez, o novo presidente José Geraldo Freitas, acompanhado na mesa pela sua vice Denise Aparecida Moura, destacou estar pronto para o diálogo com a Prefeitura, mas prometeu firmeza e prioridade absoluta à categoria que representa. E anunciou as primeiras medidas: convênios com uma rede de farmácias da cidade e gestões em direção a melhorias em planos de saúde. Por fim, ele reafirmou sua parceria com a FESERP-MG. “Temos sido assediado por outras entidades, mas gostaria de deixar claro que com a FESERP-MG a confiança surgiu pela maneira como a entidade se portou no processo eleitoral e pelo trabalho apresentado. E ter confiança é fundamental”, afirmou o presidente do SINDSERP.

18/03/2016

Em Ponte Nova, servidores repudiam veementemente “proposta” de 0,00 %

POnte Nova março 2(Ponte Nova – MG) – O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP), em nome dos servidores públicos municipais e autárquicos, repudia veementemente a proposta acintosa e afrontosa da Prefeitura Municipal de 0 % (zero por cento) ao funcionalismo. “Isso não vai ficar assim, não aceitaremos jamais. Em uma Assembleia, na Audiência Pública na Câmara no início do mês, na manifestação do dia 10, no nosso cotidiano está claro que os trabalhadores vão se engajar em busca de seus direitos”, disse o presidente do SINDSERP, Geraldo Jannus. Os servidores de Ponte Nova pedem 10,67%, a título de recomposição de perdas salariais – 11,70% para quem ganha salário mínimo (cerca de 1/3 dos servidores).

Na avaliação do SINDSERP, a alegação da Prefeitura para o descalabro do 0 % (a crise econômica), não cola. “Os argumentos da administração municipal não merecem crédito. Eles preferem gastar milhares de reais na terceirização do transporte escolar do que investir alguns poucos reais na manutenção de frota própria; encostam todos os profissionais do laboratório central, para uma reforma interminável de sua estrutura física, e a Secretaria Municipal de Saúde gasta quase R$ 1 milhão ao ano, terceirizando um serviço que até então sempre foi prestado com excelência pelos nossos servidores e outros equívocos. Ou seja, comete uma má gestão”, afirma Geraldo Jannus.

Nas fotos abaixo: Assembleía, Audiência Pública na Câmara, repercussão na imprensa e manifestação nas ruas de Ponte Nova.

27/04/2016

Servidores de Ponte Nova fazem paralisação de advertência nesta quinta-feira

(Ponte Nova – MG) – Os servidores municipais de Ponte Nova, em campanha salarial, fazem, nesta quinta-feira (28 de abril), uma paralisação de advertência, por 24 horas. O auge do movimento está marcado para as 15h, quando os trabalhadores se concentrarão na Praça das Palmeiras. A FESERP-MG estará presente, com o presidente Cosme Nogueira. “Por respeito à população e à lei os serviços essenciais funcionarão com normalidade, mas vamos à luta por salários dignos, contra o absurdo da proposta da prefeitura: 0,0%”, resumiu o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte (SINDSERP), Geraldo Jannus.

29/04/2016

Debaixo de chuva, servidores de Ponte Nova vão às ruas contra “proposta” de reajuste zero

(Ponte Nova – MG) – Mesmo com chuva os servidores de Ponte Nova foram às ruas nesta quinta-feira (28 de abril) contra a “proposta” de reajuste zero feita pela Administração Municipal. O dia de paralisação começou bem cedo e registrou o auge no meio da tarde, com uma grande concentração dos trabalhadores na Praça de Palmeiras, centro da cidade – em seguida, eles partiram em passeata por algumas ruas no entorno da praça, debaixo de muita água, que não desanimou ninguém e nem arrefeceu os ânimos. O presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, participou das manifestações, representando também a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e a CSPB (Confederação dos Servidores Públicos do Brasil). Foi a segunda atividade dessa natureza (a primeira, em março) desde que a Prefeitura, gestão Guto Malta (PT), afrontou o funcionalismo com o anúncio de reajuste 0,0%.

Na manifestação desta quinta-feira o tom, como não poderia deixar de ser, foi de total indignação. “Não há notícia e duvidamos que haja algum município no Brasil que tenha “oferecido” aos servidores zero de reposição salarial. O clima geral é de revolta e esperamos que o prefeito ponha a mão na consciência e cumpra o que prometeu em 2012, em campanha: valorizar o servidor”, disse o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP), Geraldo Jannus. “Essa proposta indecorosa do Executivo é como um tapa na cara do servidor, mas não se iludam: ele vai reagir. Essa chuva (presente na manifestação) é uma chuva de coragem, de trabalhadores de luta”, completou Cosme Nogueira, que garantiu apoio da Federação, da Central e da Confederação nas futuras manifestações em Ponte Nova.

Na próxima semana uma nova Assembleia será marcada, para que a categoria defina os próximos passos da luta, e não está descartada uma greve. Os servidores de Ponte Nova reivindicam 10,67%, de recomposição salarial – 11,70% para quem ganha salário mínimo (cerca de 1/3 dos trabalhadores). Na avaliação do SINDSERP, a alegação da Prefeitura para o descalabro do 0 % (a crise econômica), não cola. “Os argumentos da administração municipal não merecem crédito. Eles preferem gastar milhares de reais na terceirização do transporte escolar do que investir alguns poucos reais na manutenção de frota própria; encostam todos os profissionais do laboratório central, para uma reforma interminável de sua estrutura física, e a Secretaria Municipal de Saúde gasta quase R$ 1 milhão ao ano, terceirizando um serviço que até então sempre foi prestado com excelência pelos nossos servidores e outros equívocos. Ou seja, comete uma má gestão”, afirma Geraldo Jannus.

Veja em breve, no site da Federação (www.feserpmg.com.br) uma galeria de fotos da paralisação em Ponte Nova

04/05/2016

Galeria de Fotos – Paralisação em Ponte Nova

Veja aqui no site, canto inferior direito, a Galeria de Fotos da paralisação em Ponte Nova (MG), realizada no dia 28 de abril de 2016

05/05/2016

Mobilização contra o PLC/PLP 257/2016 chega a Ponte Nova

SAMSUNG CAMERA PICTURES(Ponte Nova – MG) – A mobilização contra o PLC/PLP (Projeto de Lei Complementar) 257/2016 – promovida pela FESERP-MG e sindicatos filiados – chegou a Ponte Nova. Antes da paralisação dos servidores, na sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autárquicos de Ponte Nova (SINDSERP), diretores da entidade tomaram conhecimento de maiores detalhes da proposta que tramita no Congresso Nacional, em conversa com o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, e prometeram se engajar na campanha contra o PLC.

Na foto, da esquerda para a direita, Denise Aparecida Moura (vice-presidente), Cosme Nogueira, Geraldo Jannus (presidente), Daniela Ester de Carvalho (tesoureira) e Luciano Vitor (do Conselho Fiscal do SINDSERP)

11/02/2017

Servidores de Ponte Nova conseguem 6,5% de reajuste

Ponte Nova 3.2.17 2

(Ponte Nova – MG) – Os servidores de Ponte Nova (MG) terão um reajuste salarial de 6,5%, retroativo a primeiro de janeiro. O anúncio foi feito pelo próprio prefeito, Wagner Mol (PSB), em Assembleia convocada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP), no último dia 3 (foto 1) e fruto de uma negociação iniciada no início do ano. “Além do índice é importante destacar outras conquistas embutidas. A primeira é que nenhum servidor receberá mais o salário-mínimo, pois esse percentual será aplicado após a elevação dos salários ao piso de R$ 937. A outra é que as negociações (iniciadas numa reunião em 13 de janeiro entre a diretoria do Sindicato, o prefeito e secretários municipais – foto 2) prosseguem na semana que vem com discussões sobre outros itens como vale-transporte e carga horária, entre outras demandas”, destacou o presidente do SINDSERP, Geraldo Jannus, que elogiou esse diálogo com a Administração: “O prefeito é servidor de carreira, na área de saúde, sabe o que passamos e esteve, antes de ser eleito, em manifestações promovidas pelo Sindicato”.

Segundo informações da Prefeitura, a concessão do reajuste causará um impacto orçamentário anual de R$ 4,1 milhões, mas que o prefeito “percebe no SINDSERP um parceiro fundamental na melhoria das condições de trabalho dos servidores”. Além disso, Wagner Mol disse acreditar que “a satisfação do servidor se reflete em comprometimento e na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população”.

14/02/2017

Presidente do Sindicato de Ponte Nova anuncia criação de uma comissão permanente de negociação

SAMSUNG CAMERA PICTURES(Ponte Nova – MG) – O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais e Autarquias de Ponte Nova (SINDSERP), Geraldo Jannus (foto), anunciou, nesta semana, a criação de uma Comissão Permanente de Negociação, formada por 12 integrantes, sendo seis da Administração Municipal (com a promessa de participação ou do prefeito Wagner Mol/PSB ou da vice-prefeita Valéria Alvarenga) e seis do Sindicato (três indicados pela diretoria da entidade e três escolhidos em Assembleia). “No próximo dia 23 vamos fazer um reunião inicial, quando será elaborado um cronograma de encontros. E nesses encontros discutiremos todas as nossas demandas: reajuste no vale-transporte, pagamento do adicional de insalubridade e de férias-prêmio, Plano de Carreira do Magistério e uma reforma administrativa (com o intuito de diminuir a defasagem nos salários)”, informou Geraldo Jannus.

No início do mês, o SINDSERP conseguiu para a categoria um reajuste salarial de 6,5%, já na base de muito diálogo. “Este ano resolvemos, na campanha salarial, não apresentar uma proposta ‘fechada’, como nos anos anteriores. Fizemos o caminho inverso e esperamos a proposta da Prefeitura. A Administração Municipal alegou estudos nas contas do município para oferecer, durante Assembleia no último dia 3, 6,28%. Teve margem para negociar, ali mesmo, naquele momento, e o índice subiu para 6,50%”, explicou o presidente do SINDSERP.

21/03/2017

Sindicato de Ponte Nova promove debate sobre a Reforma da Previdência

Ponte nova 21.3.17(Ponte Nova – MG) – O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova (SINDSERP) se juntou a outras entidades sindicais da cidade para promover um debate sobre a Reforma da Previdência. O evento acontece às 19h desta quarta-feira (22 de março), na Câmara Municipal de Ponte Nova (Avenida Cristiano de Freitas Castro, 74, Bairro Chácara Vasconcelos). “A representante do DIEESE, professora Maria de Fátima Guerra, fará uma palestra sobre o assunto e em seguida a palavra ficará aberta aos representantes dos sindicatos. Haverá também espaço para esclarecimentos de dúvidas”, explicou o presidente do SINDSERP, Geraldo Jannus.

24/03/2017

Ponte Nova debate PEC 287 e professores municipais entram em greve contra a Reforma da Previdência

Ponte Nova 24.3.17 2 (Ponte Nova – MG) – No dia seguinte ao amplo debate sobre a Reforma da Previdência, ocorrido na quarta-feira (22 de março), os professores da rede municipal de ensino de Ponte Nova resolveram entrar em greve, em protesto contra a PEC 287.

O debate, na Câmara Municipal (fotos ), foi um evento promovido conjuntamente pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova (SINDSERP) e entidades sindicais da cidade. A sede do Legislativo lotou para ouvir a palestra da técnica do DIEESE, professora Maria de Fátima Guerra.
Já a greve dos professores, uma adesão ao movimento da rede estadual, foi decidida em Assembleia Geral Extraordinária (foto) e devidamente comunicada à Prefeitura. O aprovado foi manter a paralisação até, pelo menos, terça-feira (28 de março), quando uma nova Assembleia será realizada, para determinar possíveis atos posteriores.
“A deliberação dos professores é uma prova do posicionamento frontal contra a PEC 287 que, se aprovada, implicará em profundos danos à classe trabalhadora brasileira”, resumiu o presidente do SINDSERP, Geraldo Jannus.

 01/04/2017

Com a presença da FESERP-MG, Ponte Nova protesta contra a Reforma da Previdência

Ponte Nova 31.3.17 004(Ponte Nova – MG) – O presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira (acompanhado do funcionário da Federação em Juiz de Fora Peterson Gonçalves Ferreira) esteve em Ponte Nova, na tarde/noite desta sexta-feira (31 de março) para participar de uma grande manifestação contra a Reforma da Previdência. O ato (concentração na Praça de Paineiras e passeata pela Avenida Francisco Vieira Martins – e encerramento, com discursos e o Hino Nacional, em frente a Escola Dr. José Mariano) contou com centenas de pessoas (entre sindicalistas – de Ponte Nova e cidades vizinhas – estudantes e professores) e teve a presença de um representante da Igreja, o pároco da Paróquia de São Sebastião , padre Wander Torres Costa. “Essa união entre todos os setores da sociedade é de fundamental importância. Todos estão cientes de que é preciso lutar com todas as forças contra as reformas do Governo. Março foi um mês de intensas manifestações e abril será mais intenso ainda, um mês de lutas incessantes, até a greve geral do dia 28″, disse o presidente da FESERP-MG, que representou no Ato também a CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros).

Essa união vista por Cosme Nogueira também foi destaca também pelo presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova (SINDSERP), Geraldo Jannus, que teve ao seu lado, representantes do SINPRO, SINDUTE, Sindicato dos Bancários, SindEletro, Sindicato Rural de Urucânia e militantes de partidos políticos. O padre Wander deu o tom da revolta geral ao dizer que a “Reforma da Previdência é uma medida golpista de um Governo golpista e ilegítimo”.

Veja em breve, no site (feserpmg.com.br) e no facebook da Federação, uma Galeria de Fotos da manifestação em Ponte Nova.

14/12/2017

Sindicato de Ponte Nova traça cronograma para tratar do Reajuste Salarial e do Vale Refeição dos servidores

Ponte nova 14.12.17(Ponte Nova – MG) – O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova (SINDSERP) já tem um cronograma relativo ao reajuste salarial e do vale refeição da categoria. Ontem (quarta-feira, 13 de dezembro) uma primeira reunião (foto) foi realizada entre a diretoria da entidade e o prefeito Wagner Mol para tratar das questões. Amanhã (sexta-feira, 15 de dezembro) um novo encontro, com os mesmos atores. “A expectativa é que a Administração Municipal ofereça 5,4% de reajuste salarial, o dobro da inflação, e 10% de reajuste no vale refeição (pessoal de 40 horas semanais)”, informou o presidente do SINDSERP, Geraldo Jannus – que pretende convocar uma Assembleia Geral para terça-feira (19 de dezembro), quando a proposta do Executivo será apresentada oficialmente aos servidores municipais.

27/12/2017

Servidores de Ponte Nova conquistam 6% de reajuste salarial

ponte Nova 27.12.2017(Ponte Nova – MG) – Os servidores de Ponte Nova terão 6% de reajuste salarial, para vigorar a partir de janeiro. O índice oferecido pela Administração Municipal foi aprovado pela categoria em assembleia (foto) realizada na última quinta-feira (21 de dezembro). “A proposta inicial era de 5.4% nos salários e mais um acréscimo no vale alimentação (para pessoal de 40 horas semanais), porém os trabalhadores preferiram fechar em 6% de reajuste e voltar a negociar o vale alimentação no ano que vem, provavelmente em maio”, explicou o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponte Nova (SINDSERP), Geraldo Jannus. “Antes disso, em fevereiro, será formada uma Comissão para estudar melhorias especificas para o setor da Educação”, completou.

27/07/2018

Sindicato de Ponte Nova comemora 30 anos de lutas e conquistas

Ponte Nova 30 anos(Ponte Nova – MG) – O Sindicato dos Servidores Municipais de Ponte Nova (SINDSERP) completou, no último dia 22 de julho, 30 anos de lutas e conquistas – um marco extraordinário, principalmente se levar em conta o fato de que naquele julho de 1988, a atual Constituição brasileira ainda não havia sido promulgada. Ou seja, como bem lembrou o presidente da FESERP-MG Cosme Nogueira, “antes da promulgação da Constituição, em outubro daquele ano, os servidores públicos só tinham direito de se organizarem em associações, mas, em Ponte Nova os trabalhadores já assumiam antes da oficialização uma postura de organização sindical”.

 “Ao comemorarmos 30 anos de luta em favor do servidor público municipal, reverencio a dedicação e o trabalho de todos aqueles que antecederam a atual diretoria, desde os fundadores desta valiosa instituição e reafirmo o compromisso de continuar trabalhando para posicionar o SINDSERP Ponte Nova como uma entidade que olha para o futuro e busca melhores condições de trabalho para os funcionários públicos que representa”, afirmou o atual presidente do SINDSERP, eleito em outubro de 2015 para um mandato de cinco anos, Geraldo Jannus.

A histórica assembleia de fundação do SINDSERP foi realizada numa sala da Escola Municipal José Maria da Fonseca, quando foi constituída a primeira diretoria. Carlos Augusto Martins César, o Gute, assumiu a presidência, tendo como vice a psicóloga Elizabeth do Nascimento Mateus. O médico cardiologista, diretor do SAMMDU, Taquinho Linhares ocupou a tesouraria enquanto Manoel Bernardino Pereira, conhecido como Manoel da Água, servidor do DMAES foi parar na 1ª Secretaria, com Marcos Valério Leite César na 2ª secretaria.

“A história de luta e coragem que foi escrita nesses 30 anos de caminhada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Ponte Nova é exemplo para o Brasil, e também um estímulo para que o movimento sindical na atualidade resista aos ataques que a classe trabalhadora sofre nesse atual momento, com a tensão nas relações de trabalho impondo a precarização e a retirada de direitos”, pontuou Cosme Nogueira.

 

 

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.