Bem vindo ao site da FESERP MG

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua Dona Mariana Evangelista 37/102, Poço Rico, JF/MG CEP: 36010-430

Filiados

Itabira


06/02/2014

FESERP-MG e Sindicato de Itabira iniciam diálogo

(Itabira – MG) – A FESERP-MG e o Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) iniciaram na tarde desta quinta-feira (6 de fevereiro) um diálogo visando uma possível parceria. E, nesse primeiro momento, houve muito boa vontade de ambas as partes. “Há muito que queríamos esse contato, com um sindicato tão importante, de uma região muito valiosa. Será uma honra termos Itabira ao nosso lado”, definiu, de antemão, o presidente da FESERP-MG Cosme Nogueira. “Estamos há pouco tempo na luta, mas já estamos orgulhosos de nosso trabalho, embora as grandes dificuldades”, disse a presidente do Sindicato Priscila Miranda Xavier Costa, que estava acompanhada na reunião pelo tesoureiro da entidade Auro Roberto Gonzaga. “Não consigo conceber um sindicato sem uma Federação”, avaliou ele.

O sindicato de Itabira, nas avaliações de Priscila Costa e Auro Gonzaga, além de ser o segundo maior da cidade (com cerca de três mil filiados), tem uma abrangência regional, sendo referência para entidades similares em municípios menores – característica esta que “casa” com a intenção da FESERP-MG. “A nossa Federação tem esse firme propósito que, afinal, já está em andamento, e esse é mais um elo possível com o SINTSEPMI”, afirmou Cosme Nogueira.

Nesse diálogo inicial, o assessor jurídico da FESERP-MG Eldbrendo Moreira indicou alguns caminhos para resolver questões burocráticas e se colocou à disposição do SINTSEPMI para outras questões. Também participaram da reunião o advogado e o delegado sindical da entidade local Eduardo Realindo e Robésio de Oliveira.

18/03/2014

Itabira filia-se à FESERP-MG

(Itabira – MG) – Uma Assembleia lotada decidiu, por unanimidade, na noite desta terça-feira (18 de março),  pela filiação do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) à FESERP-MG. Os trabalhadores entenderam a mensagem e gostaram da proposta e do trabalho apresentado pelo presidente da Federação Cosme Nogueira. “Tenho certeza que será uma grande parceria e o custo disso é igual a zero, já que não teremos nenhuma taxa a pagar, ou seja, só temos a ganhar”, disse a presidente do Sindicato Priscila Miranda Xavier Costa. “Há muito que queríamos contar com esse sindicato tão forte nas nossas fileiras, inclusive para ser uma base regional. Estamos muito satisfeitos”, afirmou o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira.

Na Assembleia, os funcionários públicos municipais de Itabira discutiram também o Acordo Coletivo de Trabalho e a presidente do Sindicato repassou à categoria o estágio atual das negociações com a Prefeitura.. Entre os vários itens reivindicados está o pedido de reposição salarial de 37%, e contraproposta do Executivo é de 9,5%. “É possível começar a conversa com 10%, mas estamos aqui para lutar por mais, não esquecendo dos outros benefícios, como o aumento do valor do cartão-alimentação e a universalização das creches como exemplos”, resumiu Priscila Miranda. Ao final, os servidores decidiram recomeçar a conversa, nesta quarta-feira (19 de março), requerendo o patamar de 12%.e pediram ao Sindicato que faça da luta pelo aumento escalonado uma bandeira frequente. .

30/06/2014

Sindicato de Itabira e FESERP-MG presentes na fundação do Sindicato de São Gonçalo do Rio Abaixo

(São Gonçalo do Rio Abaixo – MG) – O tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) Auro Roberto Gonzaga representou a FESERP-MG na fundação do Sindicato dos Servidores Públicos de São Gonçalo do Rio Abaixo (SINDISESGRA), na última terça-feira (24 de junho).  Cerca de 60 funcionários públicos da cidade estavam presentes na histórica Assembleia, e a primeira diretoria, eleita por aclamação, tem a seguinte formação: Fagner de Oliveira Campos (presidente), Wesley Willian Lage (vice-presidente), Fred Silveira da Cunha (secretário-geral), Adalton do Carmo Lima (segundo secretário), Edna Sebastiana Cardoso (tesoureira), Marcos Roberto da Silva (segundo tesoureiro), Jamila Souza Santos Pereira Gonçalves (diretora social). Daniele Duarte Fonseca, Divino Marcelino Pereira, Flávia Passine Coelho Coutinho, Sérgio da Fonseca Diniz, Sônia Mendes de Sales Vaz, Germani Ademir Contarine e Idejalma do Couto Matozo (suplentes de diretoria). Romildo Neves de Brito, Fabrícia Silveira Cunha e Arlem Caldeira Gomes (conselheiros fiscais), Ramon Cooter de Figueiredo, Gilmar Solidade Silva e Elaine Ferreira Zanitti (suplentes do Conselho Fiscal), Claudinei José de Oliveira e Everton Andrade dos Reis (delegados representantes) e Bruno Andrade de Araujo e Regina Aparecida Pinto (suplentes de delegados)

Nas fotos, momentos da histórica assembléia e o tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) Auro Roberto Gonzaga, representante da FESERP-MG na fundação do Sindicato dos Servidores Públicos de São Gonçalo do Rio Abaixo (SINDISESGRA) – segundo da esquerda para a direita – e funcionários públicos da cidade (o presidente   Fagner de Oliveira Campos é o terceiro, da esquerda para a direita)

29/09/2014

Plenária FESERP-MG da Região Central defende sindicatos politicamente fortes

SAMSUNG CAMERA PICTURES(Itabira – MG) – A defesa de sindicatos politicamente fortes foi uma das tônicas da Plenária FESERP-MG Região Central de Minas, realizada em Itabira na sexta-feira (26 de setembro). Os sindicalistas presentes foram unânimes em afirmar que as conquistas de benefícios para a categoria (salariais ou de melhores condições de trabalho) são fundamentais, mas tem que vir atrelados à capacidade de luta e protagonismo dos sindicatos. “A nossa Federação faz questão disso em sua prática e na de seus filiados. Essas plenárias regionais foram pensadas também nesse sentido, de informar para fortalecer politicamente os sindicatos”, disse o presidente da FESERP-MG Cosme Nogueira.  “Fomos forjados na luta contra a Ditadura Militar e no processo de redemocratização do país. Essa característica ficou e está no DNA dos sindicatos”, completou o presidente do Sindicato de João Monlevade Carlos Alberto da Silva.

A Plenária FESERP-MG Região Central, o sétimo evento dessa natureza promovido pela Federação, contou com a presença de representantes dos sindicatos de Itabira, João Monlevade, Manhuaçu, Mariana, Ouro Preto, Santa Maria do Itabira e São Gonçalo do Rio Abaixo.

Veja no site www.feserpmg.com.br a galeria de fotos do evento

30/09/2014

Presidente do Sindicato de Itabira ganha título de Cidadã Honorária

(Itabira – MG) – Mineira de Belo Horizonte, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) – entidade filiada à FESERP-MG –  Priscila Miranda Xavier Costa é, desde sexta-feira (26 de setembro), Cidadã Honorária de Itabira. O título, concedido pela Câmara Municipal com iniciativa do vereador Paulo Soares, foi entregue na Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade. “Estou muito honrada pelo reconhecimento. Não é segredo para ninguém o quanto gosto de Itabira e o quanto ainda quero fazer pela cidade. Estou há sete anos por aqui, cheguei para ficar e nem passa pela minha cabeça mudar para outra cidade”, disse a nova itabirana. Priscila Xavier acredita ainda que a honraria veio muito em função da sua atividade no Sindicato dos Servidores. “È mais um prêmio conquisto via sindicalismo”, comemorou.

10/11/2014

Sindicato de Itabira promove Seminário sobre Educação

(Itabira – MG) – O Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) – entidade filiada à FESERP-MG – promoveu, na última quinta-feira (6 de novembro) o I Seminário da Educação, para discussão do Plano de Cargos e Carreira e do estatuto dos servidores lotados na Secretaria Municipal de Educação. Recentemente o SINTSEPMI, presidido por Priscila Miranda Xavier, conquistou no acordo coletivo 2013/2014 a revisão de todos os planos de cargos e estatutos do município de Itabira e terá direito de participar da comissão que realizará as mudanças. No Seminário de quinta-feira, com a presença da professora e diretora da CSP CONLUTAS Maria da Conceição Oliveira, foram levantadas todas as falhas do atual Plano e discutidas com a categoria as mudanças necessárias.

18/11/2014

Sindicato de Itabira e FESERP-MG apoiam nova diretoria de Santa Maria do Itabira

(Santa Maria do Itabira – MG) – O tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) Auro Roberto Gonzaga – acompanhado do  advogado da entidade Eduardo Realino da Silva – representou a FESERP-MG na eleição da nova diretoria do  Sindicato Municipal de Santa Maria de Itabira (SINDSMI), no final de outubro. A chapa, eleita por aclamação, tem Geraldo Magela dos Santos como presidente e Gieser Rosa Coelho como vice-presidente.

Na foto, da esquerda para a direita: Gieser Coelho, Auro Gonzaga e Geraldo Magela

21/01/2015

Itabira convoca Assembleia para esta quinta-feira

(Itabira – MG) – Diversos assuntos pertinentes à categoria, principalmente o acordo coletivo 2015/2016, serão discutidos nesta quinta-feira (22 de janeiro), a partir das 18h30, em Assembleia Geral Ordinária convocada pela presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) Priscila Miranda Xavier (foto). Além do advogado da entidade, Cristiano Araújo, estarão presentes na reunião o assessor jurídico da FESERP-MG Eldbrendo Monteiro e os presidentes dos sindicatos dos servidores públicos de Teófilo Otoni, José Antônio Esteves Guedes, São Gonçalo do Rio Abaixo, Fagner Ferreira Campos.

27/01/2015

Sindicato de Itabira pede 27% de reajuste salarial para servidores municipais

(Itabira – MG) – Servidores municipais se reuniram em assembleia (foto) para discutir o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), na noite de quinta-feira ( 22 de janeiro).  O encontro foi comandado pelo Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) e reuniu representantes da Itaurb, Saae e Prefeitura. O sindicato vai pedir 27% de reajuste. Se o prefeito de Itabira, Damon de Sena, acatar o valor pedido pelos trabalhadores, o salário mínimo dos servidores municipais será de R$ 1.054,10. O atual é R$830.

De acordo com a presidente do sindicato, Priscila Miranda, pontos importantes em relação aos servidores estiveram na pauta de discussões. Um deles, segundo ela, tem a ver com a reposição dos dias de greve dos trabalhadores da Itaurb. Além disso, o sindicato reivindicará ao governo o pagamento do retroativo dos agentes de Saúde e de combate a Endemias, que ainda não foi pago, conforme Priscila. O advogado do sindicato, Cristiano Araújo, e o advogado da federação, Eldbrendo Pereira Monteiro, participaram do encontro.

Priscila avaliou a primeira assembleia do ano como positiva. “Foi bacana. Houve muitas discussões, as pessoas que estavam presentes debateram de maneira muito positiva. Colocamos tudo da forma que o servidor queria”. Na segunda-feira (26 de janeiro), as propostas serão apresentadas para o governo e uma contra-proposta será aguardada, informou a sindicalista.

Fonte: Portal “De Fato” (Itabira – MG)

24/02/2015

Sindicato de Itabira faz Assembleia na praça

(Itabira – MG) – Mesmo com a ameaça de chuva, os servidores públicos municipais de Itabira fizeram, na noite desta segunda-feira (23 de fevereiro), uma Assembleia Geral na Praça Acrísio de Alvarenga, no centro da cidade. A reunião serviu para discutir a contraproposta da Prefeitura na campanha salarial e mostrar a disposição de luta do funcionalismo. “A resposta do prefeito não foi nada boa. Vamos voltar a negociar todos os itens, tudo vai voltar para a mesa de negociação”, proclamou a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Serviços Públicos Municipais de Itabira (SISTSEPMI) Priscila Miranda Xavier, apoiada por todos os presentes à Assembléia, entre eles o presidente da FESERP-MG Cosme Nogueira. A próxima Assembleia será na quinta-feira (26 de fevereiro), às 18h, no METABASE.

24/02/2015

FESERP-MG disponibiliza veículo de apoio aos sindicatos da Região Central de Minas

(Itabira – MG) – A FESERP-MG disponibilizou um de seus veículos da sua frota – um Fiat Pálio, equipado com aparelho com som – para apoio aos sindicatos da região Central de Minas. O carro foi entregue na noite desta segunda-feira (23 de fevereiro), em Itabira, depois da Assembleia do funcionalismo local, em ato simbólico em frente à Prefeitura da cidade. “O veículo – uma das contribuições da FESERP-MG para a luta dos servidores – veio primeiro a Itabira, pois o SISTSEPMI enfrenta um momento de enfrentamento, mas nada impede que depois o carro fique à disposição de outros sindicatos filiados na região (Santa Maria do Itabira e São Gonçalo do Rio Abaixo) e de entidades parceiras (como os sindicatos de Mariana, Ouro Preto e João Monlevade, como exemplos)”, afirmou o presidente da FESERP-MG Cosme Nogueira.

18/06/2015

Sindicato de Itabira pede intervenção de vereadores para retomar negociação com a prefeitura

(Itabira – MG) – A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público  Municipal de Itabira (SINTSEPMI) – comandada por Priscila Miranda Xavier (foto) – esteve, na semana passada, na Câmara Municipal para solicitar intervenção dos vereadores para que seja possível continuar as negociações do acordo específico de trabalho e também o Acordo Coletivo de Trabalho, que ainda não foi assinado pelo sindicato.

Sem dar qualquer justificativa, a prefeitura interrompeu as negociações com o sindicato e passou a adotar práticas antissindicais, se negando a marcar novas reuniões da comissão permanente. Com isso, importantes cláusulas do acordo específico ficaram sem ser acertadas e o SINTSEPMI protocolou na Câmara quatro pedidos separados de intervenção nas negociações.

O primeiro se refere aos leituristas do Saae, solicitando aos mesmos o direito ao pagamento do adicional chamado de gratificação por riscos de atividades em vias públicas, nos mesmos moldes que é aplicado pela Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) aos carteiros. Ainda aos servidores do Saae, ficou pendente a revisão dos critérios para promoções e a regulamentação do pagamento da da intrajornada de trabalho dos operadores de Estação de Tratamento.

A questão do Cartão alimentação também precisa ser resolvida. Não houve reajuste dos valores da base de cálculo para ter direito a receber o benefício após o reajuste salarial, conforme acordado  no último acordo. Com isso, vários trabalhadores perderam o direito ao benefício, que está fixado em R$ 192,11. O SINTSEPMI espera que a Câmara intervenha para rever esse valor da base de cálculo e devolver o benefício aos servidores.

O terceiro se refere, basicamente, a benefícios para os trabalhadores da Itaurb. Aos rondantes, ficou em aberto a negociação do pagamento do adicional de periculosidade, que já é pago aos rondantes do Saae. Também precisa ser resolvida a questão da promoção da carreira da Itaurb em substituição ao Pro Tempore e a reivindicação de concessão de um vale refeição/Lanche para os servidores que não recebem lanche diário em decorrência da falta de logística de transporte para os locais mais distantes.

Por último, a questão dos servidores do Quadro Especial, que teve a discussão iniciada mas nunca concluída. O SINTSEPMI quer o reenquadramento desses servidores para que eles possam contar com todos os benefícios que são direito e todos os servidores. Hoje, servidores que estão enquadrados no Quadro Especial não contam com progressão de carreira e não tem tido o reajuste legal de 5% sobre o vencimento, a cada 3 anos, conforme prevê a lei.

O SINTSEPMI recorreu a câmara de vereadores porque a prefeitura não está abrindo canais de comunicação para que a negociação possa continuar. Foram feitas várias tentativas para marcar novas reuniões. Após diversas negativas por parte da prefeitura, o SINTSEPMI definiu por adotar uma abordagem diferente, requerendo que seja formada uma comissão no legislativo e que a mesma acompanhe e atue nas negociações.Sindicato de Uberlândia consegue reintegrar servidor exonerado injustamente

(Fonte: SINTSEPMI)

30/06/2015

Servidor de Itabira faz manifestação para entrega de reivindicações às autoridades

(Itabira – MG) – Os servidores públicos municipais de Itabira fizeram, na tarde desta terça-feira (30 de junho), uma manifestação diferente. Após convocação do Sindicato dos Servidores (SINTSEPMI), eles paralisaram suas atividades para protocolaram a pauta de reivindicações da categoria nos três poderes constituídos do município: na Prefeitura, na Câmara Municipal e no Judiciário (Ministério Público Estadual) – a ação foi acompanhada pela FESERP-MG, através da diretora Maria Helena Fonseca (tesoureira do Sindicato de Ribeirão das Neves) e o advogado Carlos Eduardo Gonçalves. Anexo a cada pauta de reivindicações outro documento: um abaixo-assinado com assinatura de servidores pedindo, sobretudo, a abertura de diálogo entre Prefeitura e o Sindicato. “Esse é mais um ato para deixar claro a intransigência do prefeito. Ele não abre as conversações, pratica ações antisindicais, descumpre acordos coletivos e as leis federais que dizem respeito ao servido e tira benefícios do trabalhador. Além disso, está fazendo uma péssima administração, acabando com a cidade”, resumiu a presidente do SINTSEPMI Priscila Miranda Xavier. “As reivindicações contidas nos documentos são as precisas e as necessárias para o servidor público, que está sendo desrespeitado”, completou Maria Helena Fonseca, da FESERP-MG.

15/07/2015

Encontro com o Poder Executivo sacramenta abertura de diálogo em Itabira

(Itabira – MG) – O presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, acompanhado do vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI), Auro Gonzaga, reuniu-se, no início da tarde desta quarta-feira (15 de julho), com o secretário de Governo da Prefeitura de Itabira Heitor Bragança Lemos. O encontro serviu para sacramentar a abertura do diálogo entre a entidade sindical e o Poder Executivo da cidade, uma das prioridades do SINTSEPMI. “Acho que a fase é de abrir conversas, desde que haja respeito mútuo”, disse o secretário, em seu primeiro dia de trabalho, após ser nomeado ontem. Para Cosme Nogueira, a postura é digna de elogios. “Nesse momento de crise, de dificuldades que atingem os trabalhadores temos que buscar esse entendimento”. Auro Gonzaga aproveitou a oportunidade para pedir uma nova audiência com o secretário, para terça-feira (21 de julho) para tratar de vários assuntos de interesse dos servidores, notadamente a questão dos convênios. É ficou sabendo, em primeira mão e oficialmente, que o plano inicial do secretário é a mudança no horário de funcionamento da Prefeitura, das 12h às 18h – mas, nesse caso, Heitor Bragança garantiu que vai discutir com o Sindicato casos especiais, de servidores que precisam de exercer suas funções em outros horários.

09/10/2015

Jornal do Sindicato de Itabira

Leia abaixo o Informativo do Sindicato dos Trabalhadores e Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI)

JornaldoSindicatodeItabira

17/10/2015

Servidores de Itabira aprovam denúncia ao Ministério Público sobre atraso nos pagamentos

(Itabira – MG) – Durante a assembleia extraordinária realizada na última quinta-feira  (15/10) na Câmara Municipal, os servidores municipais de Itabira aprovaram algumas medidas para coibir novos atrasos no pagamento dos salários como o que a atual administração impôs a toda classe neste mês. Ao mesmo tempo, as medidas também buscam a devida reparação aos servidores, que foram prejudicados por não poderem honrar seus compromissos em dia. A Assembleia contou com a participação do responsável pelo departamento jurídico da FESERP-MG, Eldbrendo Pereira Monteiro e a diretora da Regional da Grande BH Maria Helena Fonseca Soares, além da diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI) e cerca de 80 servidores.

A primeira medida aprovada foi a apresentação de uma denúncia ao Ministério Público solicitando acompanhamento do atraso dos pagamentos e também uma possível investigação sobre a possibilidade de outras medidas serem adotadas para evitar que novos atrasos ocorram.

Também será solicitada junto à Câmara uma reunião extraordinária, às 18h (horário que os servidores podem comparecer) para entrega de um documento cobrando dos vereadores que exerçam seu papel obrigatório de fiscalizar o Executivo. Nas palavras do advogado da FESERP-MG: “Não só vamos pedir que fiscalizem como vamos cobrar essa fiscalização todos os dias porque a única palavra que podemos usar para descrever o atraso do pagamento das pessoas que fazem o município funcionar é incompetência administrativa”.

Além disso, os servidores apresentaram também a proposta, que foi aprovada por unanimidade, de pedir ao Tribunal de Contas a apresentação de dados contábeis da administração pública para verificar os investimentos realizados pela prefeitura nos durante a atual administração. Para os servidores, as obras e investimentos feitos em Itabira não justificam o gasto de R$ 1,3 bilhão, que foram arrecadados pelo município desde o início da atual gestão.

A última medida será a abertura de um processo de improbidade administrativa, juntamente com um pedido de reparação de danos coletivos envolvendo todos os servidores contra a prefeitura e contra o prefeito.

O SINTSEPMI agradece a participação de todos os servidores pela participação e pelas sugestões apresentadas, que determinaram o caminho da nossa luta. Agora, é hora de iniciar os trabalhos para evitar que novas injustiças sejam cometidas contra todos nós.

Texto – SINTSEPMI

29/10/2015

Sindicato de Itabira vai ao TCE contra atraso de salários

(Itabira – MG) – A presidente e o tesoureiro do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itabira (SINTSEPMI), Priscila Miranda Xavier Costa e Auro Roberto Gonzaga respectivamente, foram, nesta quarta-feira (28 de outubro), ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE), em Belo Horizonte, e protocolam denúncia sobre o atraso de salário do funcionalismo de Itabira. Estavam acompanhados do presidente e do assessor jurídico da FESERP-MG, Cosme Nogueira e Eldbrendo Monteiro respectivamente. “Solicitamos também a fiscalização e a intercessão do TCE, uma vez que o dinheiro público destinado a cumprir com as obrigações do município encontra-se em flagrante e imoral desvio por parte do prefeito municipal. Ele tem que honrar com seus compromissos e pode até ter que responder por improbidade

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.