Bem vindo ao site da FESERP MG

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua Dona Mariana Evangelista 37/102, Poço Rico, JF/MG CEP: 36010-430

Filiados

Felisburgo


09/12/2017

Sindicato de Felisburgo prepara filiação à FESERP-MG e à CSB

felizburgo 4   Felizburgo 1

(Felisburgo – MG) – Fundado em 9 de junho de 2017, o Sindicato dos Servidores Municipais de Felisburgo (SINDFELIZ) prepara sua filiação à FESERP-MG – e também à CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros). O primeiro passo nesse sentido foi dado na quinta-feira (7 de dezembro), quando o Sindicato promoveu uma reunião com os servidores e representantes da Federação na Região, as diretoras do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Teófilo Otoni (SINDISETO) Luzia de Souza Marques e Lilia Carla Vieira Esteves e o presidente licenciado do Sindicato dos Servidores Municipais de Águas Formosas (SINDAFO), Romário Pereira da Silva. “Estou muito animada com essa perspectiva. Conheci a FESERP-MG há pouco mais de uma semana e já deu para perceber que é tudo que precisamos. É uma Federação que não nega apoio, de luta, com uma excelente estrutura e que já tem em suas fileiras muitos dos sindicatos da região”, declarou a presidente do SINDFELIZ, Roberta Batista Botelho. “E estamos precisando desse tipo de apoio, pois não temos nada, nem um Plano de Cargos e Salários, nem adicionais de periculosidade a quem faz jus e nem mesmo uma data-base, além do fato de que o nosso Estatuto estar bastante defasado”, completou ela, que em 33 dias conseguiu filiar ao Sindicato 120 colegas.

Os companheiros que representaram a FESERP-MG no encontro também deram seus depoimentos. “A reunião foi muito boa, com a participação ativa dos servidores e onde muitas dúvidas foram esclarecidas”, contou Luzia Marques. “Com esse ataque frequente aos direitos dos trabalhadores precisamos de sindicatos, federação e central sindical fortes”, concluiu Romário Pereira.

15/12/2017

Sindicato de Felisburgo denuncia falta de repasses da Prefeitura para o Instituto de Previdência do servidor

(Felisburgo – MG) – Preocupados com uma possível falência do Instituto de Previdência Social do Município de Felisburgo (FELIZ-PREV), cidade mineira a 700 km da capital, e um futuro prejuízo dos servidores do município, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDFELIZ) reivindica junto ao atual prefeito, Edmario Dias (DEM), o repasse dos valores descontados em folha dos servidores para o FELIZ-PREV.

Após diversas tentativas de contato com o prefeito, o Sindfeliz protocolou no último dia 5 de dezembro uma representação no Ministério Público. Segundo a presidente do sindicato, Roberta Batista Botelho (na foto, a segunda à esquerda), a situação do FELIZ-PREV, que foi lançado em 2002, começou a piorar há cinco anos.

“Até 2012 ele [FELIZ-PREV] não tinha dívida, era tudo bem controlado e eram realizadas reuniões com os servidores para mostrar o balanço. O conselho agia mais e acertava as contas. De 2012 para cá, as coisas foram ficando omitidas, não eram falados valores e até mudaram o conselho sem informar o antigo, aliás muitos conselheiros nem sabiam que tinham essa função”, falou a presidente.

De acordo com Roberta, a dívida chega a quase R$ 4 milhões.

Além de acionar o MP, o sindicato enviou ofício para o presidente do conselho, que é do Poder Executivo, com um pedido para que seja realizada uma auditória do Instituto, mas também não houve retorno.

Ainda segundo Roberta, por ser um programa novo, os aposentados devem começar a receber a previdência no próximo ano. Por isso, a presidente teme pelo não recebimento. Cerca de 340 servidores ativos e inativos podem ser impactados pelo problema.

“Se a dívida está muito grande, e com a entrada deste grupo de aposentados, a Previdência não vai dar conta, e a nossa preocupação é que essas pessoas não recebam. Isso também pode gerar insegurança de quem vai se aposentar daqui a 15 ou 20 anos”, completou.

Nesta semana, o sindicato pedirá apoio da FESERP-MG e da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) para organizar mobilizações de cobrança deste repasse do Poder Executivo para o Instituto de Previdência.

Fonte: Site da CSB

22/12/2017

Sindicato de Felisburgo filia-se à FESERP-MG e à CSB

Felisburgo filiação

(Felisburgo – MG) – O “namoro” durou pouco e já deu “casamento”. Em menos de duas semanas, a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais de Felisburgo (SINDFELIZ) conheceu a FESERP-MG, participou de uma reunião com representantes da Federação na Região e finalmente, na última terça-feira (19 de dezembro), sacramentou a filiação à FESERP-MG e também à CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), durante encontro na sede da Federação em Belo Horizonte.  “Agora estamos nos sentindo bem mais seguros, menos preocupados e mais confiantes. Nesse pouquíssimo tempo já deu para perceber a força da FESERP-MG e da CSB e o tanto de apoio que receberemos”, disse a presidente do SINDFELIZ, Roberta Batista Botelho. “Felisburgo é muito bem vindo às nossas fileiras e não vamos decepcioná-los”, afirmou o presidente da Federação Cosme Nogueira, que conheceu a realidade nada animadora dos servidores do município: inexistência de um Plano de Cargos e Salários, não pagamento de adicionais de periculosidade a quem faz jus, falta de uma data-base e um Estatuto bastante defasado. “Além disso, temos um problema grave: uma possível falência do Instituto de Previdência Social do Município de Felisburgo (FELIZ-PREV), com os inevitáveis prejuízos aos servidores, já que a Prefeitura não está repassando os valores descontados na folha”, completou Roberta Botelho.

Na foto, da esquerda para a direita: Alano Gomes de Oliveira (Teófilo Otoni), Renato Ferreira Pinto (Arceburgo), Eliezer José Costa (Nepomuceno), Almir de Brito Correa (Conselho Fiscal da FESERP-MG), Roberta Botelho, Cosme Nogueira, Lilia Carla Vieira Esteves, Maria Elizabeth Sena Duarte (Teófilo Otoni), Eldbrendo Monteiro (assessoria jurídica da FESERP-MG) e Euisles “Willian” Rodrigues (Lavras) – os diretores desses sindicatos de servidores públicos municipais estavam na capital mineira para a Assembleia Geral Extraordinária da FESERP-MG.

 

26/01/2018

Sindicato de Felisburgo reivindica direitos dos servidores em reunião com a Administração Municipal

Felisburgo 24.1

 

(Felisburgo – MG) – A diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Felisburgo (SINDFELIZ) se reuniu, na última quarta-feira (24 de janeiro), com o prefeito municipal Janio Murta Pinto Coelho (PR) para tratar dos direitos dos servidores da cidade. “É de passo em passo que se anda para a frente. E mais um desafio foi superado com essa reunião com a Administração Municipal, que foi muito produtiva”, resumiu a presidente do SINDFELIZ Roberta Batista Botelho, que listou alguns dos temas tratados no encontro e as reivindicações mais urgentes: reajustes salariais, dívidas e situação atual do  FELIZ-PREV (o Instituto de Previdência Social do Município), EPIs (Equipamentos de Proteção Individuais) dos garis, insalubridade e  Plano de Cargos e Salários.  “Deixamos claro para a Administração Municipal que o Sindicato já é realidade, que já mostrou a que veio, e que a entidade é uma ‘via de mão dupla’: pleiteia direitos, mas ajuda a solucionar problemas e a conscientizar os servidores de seus direitos e também dos deveres”, disse a presidente.

Participaram da reunião, além de Roberta Botelho e do prefeito, os diretores do Sindicato Geovane Tancredo (vice-presidente), Maura Moreira, Reinaldo Ferreira, Wilson Baldraia Glay, Rubia Gomes de Almeida, Modesta Moreira e Cliciane Soares Silva e Costa, o assessor jurídico do SINDFELIZ Júnior Moreira e a secretária do prefeito Suzana Marques.

13/03/2018

Sindicato de Felisburgo denuncia práticas antissindicais do prefeito e cobra repasse ao Fundo de Previdência

felisburgo 13.3.18 3 felisburgo 13.3.18 2 felisburgo 13.3.18 1

(Felisburgo – MG) – Arbitrariamente, o prefeito de Felisburgo Jânio Wilton Murta Pinto Coelho (PR) mandou arrancar três faixas que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDFELIZ) colocou em alguns pontos da cidade. O material repudiava a falta de repasses ao Instituto de Previdência Municipal (FELIZPREV), lembrava ao prefeito que ele prometeu cumprir o Plano de Cargos e Salários dos servidores a partir de maio e anunciava algo básico: que nunca haverá serviço público de qualidade sem a valorização do servidor. “Isso é prática antissindical. Foi muito estranho. Ele simplesmente mandou retirar as faixas e nem ao menos as devolveu ao Sindicato alegando, segundo sua secretária, que os dizeres ‘estavam denegrindo a sua imagem’ e que o Código de Posturas do Município dava a ele o direito de arrancar as faixas – o que não é verdade”, contou a presidente do SINDFELIZ, Roberta Batista Botelho.

O Assunto da primeira faixa, a falta de repasses ao FELIZPREV, é o que mais vem preocupando o Sindicato. “Os valores não vem sendo depositados regularmente. Há uma dívida, da Prefeitura com o Instituto, de cerca de R$ 4 milhões. Esse montante havia sido dividido em 200 parcelas, mas não adiantou, pois não estava sendo pagas. Um novo cálculo foi feito e exigimos que o prefeito faça o repasse integral, daquilo que está sendo descontado no contracheque dos servidores, e não apenas de uma parte”, disse Roberta Botelho, que teme prejuízos aos trabalhadores a médio e longo prazo.

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.