Bem vindo ao site da FESERP MG

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua Dona Mariana Evangelista 37/102, Poço Rico, JF/MG CEP: 36010-430

Filiados

Cristais


No dia 10 de julho, Marisa Aparecida de Oliveira, secretária-geral, e Afonso Celso Leitão, tesoureiro do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cristais (fotos, abaixo) participaram da “Reunião de Campo Belo”, que definiu pela filiação em bloco à FESERP-MG e à CSB dos sindicatos de Aguanil, Campo Belo, Candeias, Cristais e Santana do Jacaré P-MG)

10/07/2013

Combativos companheiros do Sul de Minas

(Campo Belo – MG) – Dirigentes dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de seis cidades do Sul de Minas (Aguanil, Campo Belo, Cristais, Lavras, Santana do Jacaré e Varginha) se reuniram na tarde desta quarta-feira (10 de julho), em Campo Belo, com o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira, e o assessor jurídico da entidade, Eldbrendo Monteiro. Na pauta as discussões sobre o bem-estar do funcionalismo e em comum, entre eles, o sistemático combate às práticas antisindicais por parte das prefeituras. “Em cidades menores temos muitas dificuldades e elas crescem à medida que há pressões para que os servidores não participem ativamente do Sindicato”, atestou Marisa Aparecida de Oliveira (secretária-geral do Sindicato dos Servidores de Cristais). que, no entanto, busca sempre novas estratégias para manter o Sindicato perto do funcionalismo. “Vivemos aqui em Campo Belo uma ‘gestão do medo’ na Prefeitura, mas isso não vai nos impedir de levar adiante a nossa luta”, resumiu Laércio Cristino Martins (presidente do Sindicato de Campo Belo). “Nossa intenção primordial é valorizar o servidor – e para isso vale qualquer ação”, ressalta Elismarcis Ribeiro Campos (presidente do Sindicato de Aguanil).

Mais experientes e já filiados à FESERP-MG os representantes de Varginha, Airton Ribeiro, e Lavras. Edimar “Baiano” de Souza – presidentes dos respectivos sindicatos – se solidarizaram com os colegas e elogiaram a postura combativa deles.

10/07/2013

Cinco novos filiados à FESERP-MG

(Campo Belo – MG) – Depois de cerca de duas horas de reunião, os sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Aguanil, Campo Belo, Candeias, Cristais e Santana do Jacaré se filiaram, na tarde desta quarta-feira (10 de julho) à FESERP-MG (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Minas Gerais). O presidente da entidade, Cosme Nogueira, saudou os novos parceiros: “Todos são bem-vindos a esse projeto, participativo e democrático. O sonho de uma pessoa pode ser apenas um sonho mas o sonho de muitos com certeza vira realidade”. Além da importância individual de cada filiação há um aspecto coletivo fundamental: as cinco cidades do Sul de Minas já atuam como um grupo coeso, se ajudam, reúnem suas bandeiras, dividem seus problemas e buscam as soluções.

—————————————————————————————————-

Em 26 de julho de 2013, o tesoureiro do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cristais Afonso Celso Leitão apoiou o colega de Aguanil, participando da reunião do presidente do Sindicato daquela cidade com o prefeito municipal (Veja matéria completa no arquivo de notícias do site, e também no facebook, da FESERP-MG)

——–

26/11/2013

Sindicato de Cristais questiona destino da verba do FUNDEB

(Cristais – MG) – O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Cristais vem questionando as autoridades municipais sobre o destino da verba do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que deveria ser rateado entre os professores da rede municipal de ensino. De acordo com o tesoureiro do Sindicato, Afonso Celso Leitão, e com base em dados oficiais colhidos no site do Banco do Brasil, os R$ 56.659,58 depositados no dia 21 de junho foram usados de forma errada. “Com o aval do Conselho Municipal de Educação, esses recursos quitaram dívidas antigas com o 13º salário, mas teriam que ter outra destinação: os profissionais de ensino”, diz ele. O sindicalista agora quer garantir, no mínimo, o que aconteceu na vizinha cidade de Aguanil, onde o prefeito e a secretária municipal de Educação reconheceram em documento oficial o erro e se comprometeram a quitar o compromisso com os professores, em parcelas, até o dia 31 de dezembro. “Queremos os direitos dos professores e também questionar o papel do Conselho Municipal de Educação nessa história”, afirmou Afonso Celso Leitão.

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.