Bem vindo ao site da FESMIG

E-mail:

atendimento@fesmig.com.br

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Artigos

A revolta dos imbecis

A perplexidade tomou conta do mundo todo assim que foi anunciado o resultado final da eleição presidencial dos Estados Unidos. Sabe aquela coisa que você sabe que pode acontecer, mas em hipótese alguma você acredita? Assim foi a eleição de Donald Trump. Durante a campanha eleitoral – tudo bem diferente do Brasil, pois lá existem as prévias internas dos partidos e depois a escolha dos delegados que irão escolher o presidente – os democratas acreditavam que os avanços que os americanos obtiveram durante o governo de Barack Obama, principalmente na parte social, fossem o grande trunfo para a vitória da Hillary Clinton contra o discurso fascista, preconceituoso e homofóbico de Trump.

Mas o que deu errado? O presidente Barack Obama, em seu discurso após o resultado, disse que não adianta fazer o melhor e tentar ser o melhor se você não consegue convencer as pessoas. Obama disse ainda que os democratas terão que, a partir de agora, aprimorar o debate do convencimento.

Mas se estiver certo o pensamento de Obama, por que Trump venceu? Acredito que o silêncio às vezes fala mais alto que as atitudes e o silêncio dos indiferentes e dos analfabetos políticos fizeram a diferença, pois os analfabetos políticos dos Estados Unidos não moram em favelas ou em região empobrecida. Os analfabetos de lá tem um alto padrão de vida e desfrutam de uma qualidade de vida bem diferente da nossa realidade. O que valeu foi o pensamento purista excludente da elite americana, que se enxerga acima de tudo e todos, um conceito do imperialismo americano que para se manter no poder passa por cima de tudo – tudo sendo colocado por um apresentador de Reality Show que usa o seu poder para se impor.

Barack Obama vai deixar um país bem melhor do que encontrou, pois George W. Bush promoveu em seus mandatos um verdadeiro desastre. Mas o que virá com Trump? Ninguém tem bola de cristal para adivinhar, mas não podemos esperar o melhor, e para nós, brasileiros, as conseqüências terão um peso maior.

Esse retrocesso, que virá nos Estados Unidos, nós já estamos vendo em outros países, como Turquia, Coréia do Norte, Síria e outros (nações em que o pensamento totalitário prevalece).  Ao contrário de momentos de avanços obtidos no passado, hoje estamos presenciando a revolta dos imbecis.

 

Cosme Nogueira

Presidente da FESERP-MG

Últimos Artigos

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.