Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Juiz de Fora: SINSERPU-JF luta contra indício de mais uma privatização em unidade de Saúde

O SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora) tomou conhecimento, na manhã da última sexta-feira (18 de agosto), através do Conselho Municipal de Saúde, que a Administração Municipal pretende transferir a porta de entrada do HPS (Hospital de Pronto Socorro) para o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus, a partir de primeiro de setembro.

O SINSERPU-JF não concorda com a medida, por se tratar de uma situação idêntica a do PAI (Pronto Atendimento Infantil) – ou seja, de um início de uma privatização, pois a gestão municipal deixa claro sua intenção de transferência de serviços para o setor privado, privilegiando de forma direta um núcleo empresarial, que está se beneficiando desta política de entreguismo.

A direção do SINSERPU-JF convoca os servidores do HPS, assim como todos os servidores de uma forma geral e a população de Juiz de Fora, a se engajar nesta luta em defesa dos postos de trabalho. O Sindicato não medirá esforços nesta defesa do HPS, assim como dos empregos em outros setores da Prefeitura, pois, vale lembrar que este conceito da atual gestão municipal está se alastrando e já atingiu EMPAV, Secretaria de Obras e DEMLURB, com excesso de contratações e terceirizações.

A atual administração municipal não honra os compromissos de campanha, de valorizar o servidor público, prejudicando os serviços públicos e a população e enfraquecendo o Fundo de Previdência dos Servidores. E o SINSERPU-JF vai cobrar do Ministério Público uma posição diante do flagrante favorecimento a este grupo empresarial – como já fez em ocasiões recentes, em situações que enfraquecem o serviço público.

Ainda na manhã desta sexta-feira (18 de agosto), o SINSERPU-JF enviou ofícios à prefeita Margarida Salomão e ao secretário municipal de Saúde, Ivan Chebli, solicitando reuniões urgentes para tratar desta pretendida alteração no HPS.

Novos esclarecimentos do Sindicato

   Deixamos claro que o papel do SINSERPU-JF é defender o serviço público assim como os direitos dos servidores e o bem-estar da população.
     Na manhã desta sexta-feira (18 de agosto) a secretaria executiva do Conselho Municipal de Saúde de Juiz de Fora, Maria Goretti Simões, se reuniu com a direção do SINSERPU-JF e repassou a informação, que a partir do dia primeiro de setembro de 2023 os serviços de porta de entrada do HPS serão transferidos para o Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus. Acrescentou que tinha tomado ciência do fato após ouvir manifestação de representantes da gestão municipal no Conselho Municipal de Saúde. Imediatamente a direção do SINSERPU-JF postou uma nota informando a categoria e também se posicionando contra tal medida.
     Esclarecemos que Maria Goretti Simões, uma militante dos movimentos sociais, filiada ao Partido dos Trabalhadores, garantiu à direção do SINSERPU-JF a veracidade de suas informações.
     Há um velho ditado que diz: “Aonde há fumaça, há fogo”.
     Lembramos aqui o triste episódio do PAI (Pronto Atendimento Infantil). No caso, após vir à tona “boatos” de uma possível transferência do PAI para o mesmo hospital em questão, a Maternidade Therezinha de Jesus, O SINSERPU-JF noticiou, fez nota, protestou e promoveu atos públicos em defesa do PAI. E na oportunidade, a gestão municipal recuou, negando, mas depois de um curto tempo efetuou a transferência.
     E existe uma grande semelhança entre o PAI e o HPS. Assim como estava o PAI, o HPS está sucateado, e há muito tempo não recebe reformas. Os trabalhadores lotados na unidade vêm sofrendo com as precárias condições de trabalho, sem contar a defasagem de servidores e a própria decadência física do prédio – o que impacta na qualidade do atendimento à população. Ou seja, a história se repete, de “sucatear para entregar”.
     Além disso, o SINSERPU-JF entende que há coisas mais urgentes para a Administração, do que pensar em transferências – entre elas a aplicabilidade do piso salarial para os profissionais da enfermagem, que já passou da hora de ser concedido.
     A gestão municipal postou nota negando a transferência, mas isso não vai promover a saída de cena do Sindicato. Muito pelo contrário: a direção do SINSERPU-JF continuará atenta e firme na defesa do HPS, assim como de todas as unidades do serviço público municipal.
Fonte: SINSERPU-JF

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.