Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Juiz de Fora: Por demandas não atendidas, servidores fazem ato público na quarta-feira, com indicativo de paralisação das atividades

Cansados de esperarem por atendimento de demandas justas – e, em alguns casos, acordadas com a Administração Municipal e não cumpridas – os enfermeiros, auxiliares de enfermagem I e II, assistentes sociais e servidores dos CAPS (Centros de Atenção Psicossocial) vão fazer um ato público na porta da Prefeitura, na próxima quarta-feira (21 de setembro), a partir das 8h – com indicativo de paralisação das atividades por 24 horas. “Os trabalhadores estão cansados da inércia da Administração Municipal. São muitas as pendências. Estaremos na Prefeitura e queremos ser atendidos pela prefeita Margarida Salomão”, explicou a diretora de Saúde do SINSERPU-JF (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora), Deise Medeiros. “O Sindicato apoia incondicionalmente todas as demandas das categorias”, garantiu o presidente do SINSERPU-JF, Francisco “Chiquinho” Carlos da Silva.

Deise Medeiros listou todas as reivindicações pendentes, que motivam o ato de quarta-feira: 1) o piso salarial da enfermagem – a categoria exige que o Executivo Municipal envie para a Câmara de Vereadores um Projeto de Lei que garanta a conquista; 2) A progressão de letras na carreira funcional, “estancada” desde maio; 3) o Plano de Cargos e Carreiras, em estudos considerados lentos; 4) a ilegalidade dos auxiliares de enfermagem I executarem atividades de técnico de nível médio; 5) a ausência de enquadramento adequado nas funções dos auxiliares de enfermagem II; 6) as demandas não atendidas dos servidores dos CAPS, já que a Prefeitura se comprometeu a apresentar índices para o adicional que contemplará todos os servidores que prestam atendimento direto ao usuário vinculado na saúde mental e continuar a negociação sobre temas de interesse da categoria); 7) atendimento do pleito dos assistentes sociais por uma jornada de 30 horas semanais; e oito) o edital de transferência para o setor de urgência, que está parado desde o início da atual Administração Municipal.

Para o Ato de quarta-feira, o SINSERPU-JF orienta os trabalhadores a fazer o registro de presença, por biometria, antes da manifestação e a cumprir a legislação de manter pelo menos 30% do efetivo no atendimento à população.

 

Fonte: SINSERPU-JF

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.