Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Em Minas, centrais sindicais se reúnem, definem ação contra a tragédia de Brumadinho e aprovam Resolução

A tragédia ocorrida em Brumadinho, 60 km de Belo Horizonte, na última sexta-feira (25 de janeiro), mobilizou as centrais sindicais em Minas Gerais, que organizaram uma reunião, em caráter de urgência, na manhã desta segunda-feira (28 de janeiro), na capital mineira.

Durante o encontro, os dirigentes, que trataram o caso como crime da Vale sobre os trabalhadores e o meio ambiente, além de crime de lesa pátria, estabeleceram as próximas ações do grupo.

Entre as ações futuras, as centrais devem denunciar o crime da Vale em Brumadinho e possíveis tragédias que podem acontecer no estado mineiro, com objetivo de cobrar providências das autoridades.

As entidades sindicais envolvidas também irão propor audiências públicas nos municípios atingidos e nos que correm riscos, além de realizar encontros com representantes dos trabalhadores atingidos pelo rompimento da barragem.

Ainda faz parte do plano de ação buscar assistência jurídica e solidária aos atingidos, unificar os movimentos sociais para um grande ato de 7º dia de crime e realizar um grande ato no dia de posse dos parlamentares na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

As centrais também prometeram entrar como amicus curiae na ação de inconstitucionalidade movida pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) contra o teto de 50 salários de indenização.

O secretário dos profissionais liberais da Seccional Minas Gerais da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), José Geraldo Teixeira, representou a Entidade e destacou a importância do encontro.

“A reunião foi positiva pois foram levantados vários problemas que precisam ser discutidos realmente, mesmo as questões trabalhistas e das privatizações”, disse o dirigente, que também preside o Sindicato dos Administradores de Minas Gerais.

O Fórum das centrais sindicais minas aprovou resolução de unidade e mobilização contra o desmonte dos direitos trabalhistas e aponta agenda de lutas tendo em destaque dos debates o CRIME cometido pela Vale aos trabalhadores e sociedade.

A Resolução:

A classe trabalhadora que já vive uma situação adversa com a reforma trabalhista do governo Temer e uma ofensiva ainda maior do governo Bolsonaro com a tentativa de aprofundamento da retirada de direitos e reforma da previdência sofre mais um golpe que demonstra e comprova tudo o que já denunciávamos sobre as privatizações e reforma trabalhista.

Este golpe agora veio através da ganância das mineradoras no Brasil em especial Minas Gerais, com mais um CRIME cometido pela Vale.

Já não bastasse o CRIME cometido em Bento Rodrigues/Mariana vitimando trabalhadores, meio ambiente, sociedade, agora mais um CRIME.

O CRIME de Brumadinho, do qual, mais uma vez os trabalhadores são as maiores vítimas.

O rompimento da barragem, além de assassinar de forma violenta os trabalhadores e trabalhadoras, mataram sonhos de pessoas e destruíram famílias, deixando um rastro de destruição criminosa.

CRIMES imensuráveis que ferem a dignidade humana o Direito a vida, meio ambiente , além de tirar o Direito dos familiares de terem informações sobre as vitimas e enterrarem dignamente seus mortos.

Reiteramos nossos compromissos com a classe trabalhadora na defesa dos seus Direitos.

Por isso nossa luta será incansável denunciando às autoridades e sociedade os CRIMES cometidos pela vale e qualquer governo que seja omisso a esse CRIME.

Não descansaremos e ficaremos alerta como sempre na luta em defesa dos trabalhadores.

Nossa agenda de lutas, além da nossa luta permanente, conforme deliberação do Fórum das Centrais Minas, focará em atos, junto aos movimentos sociais na capital de Minas interior através dos sindicatos filiados.

Dia 31/01/19 ás 17 horas – ato em frente a Vale BH (sete dias do CRIME); centrais sindicais e frentes populares.

Dia 01/02/19 ás 13 horas – posse dos deputados de minas (ato para pressionar os parlamentares sobre as mineradoras).

05/02/19 ás 17 horas – ato na praça sete/BH, contra o fim da justiça do trabalho e denuncia sobre o CRIME de Brumadinho.

25/02/19 – proposta de ato nacional em BH, sobre os CRIMES cometidos pela vale no estado e rompimentos de barragens que podem acontecer em qualquer momento.

·        COMO já existia um indicativo de plenária nacional do movimento sindical em SP no dia 20/02/19 e que toda nossa agenda de lutas estava convergindo para esta data, diante do CRIME ocorrido em Minas pela vale, solicitamos as centrais nacional uma reavaliação da data e local da plenária e propomos se for possível, que seja realizado em Minas/BH no dia que será de um mês do crime da vale, dia 25/02/19 junto os movimentos sociais.

Fonte: site da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros)

brumadinho 29.1.19

 

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.