Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Breve Retrospectiva de 2017 XII – Dezembro: FESERP-MG se prepara para os novos tempos

O ano chegou ao fim com um balanço altamente positivo, com a FESERP-MG atuando firmemente na defesa dos servidores e dos trabalhadores em todos os dias de 2017. Porém, diante das enormes dificuldades e das perspectivas nada animadoras após o fim da obrigatoriedade do imposto sindical, os sindicatos filiados à Federação presentes na Assembleia Geral Extraordinária (fotos 1 e 2) realizada em Belo Horizonte, no dia 19, aprovaram um contribuição mensal dos sindicatos filiados à Federação, de 5% do arrecado pelas entidades. “Durante mais de oito anos, desde novembro de 2009, nada foi cobrado dos nossos filiados, e em nenhum dos nossos eventos (cursos de formação sindical, congressos, seminários, caravanas a Brasília para defender direitos dos trabalhadores) foi pedido nada aos nossos sindicatos – apenas os sindicatos de Juiz de Fora e Varginha contribuíam espontaneamente. Porém, agora é uma questão de sobrevivência. A FESERP-MG, sem o imposto sindical, muito provavelmente fecharia suas portas. E medidas já foram tomadas para enfrentar as dificuldades (como, por exemplo, e infelizmente, o fim do vínculo empregatício do jornalista e do funcionário da Federação em Juiz de Fora)”, explicou o presidente da FESERP-MG, Cosme Nogueira.

Na Assembleia também ficaram decididos, sempre com aprovação unânime os seguintes itens:

1) alteração do nome “fantasia” da FESERP-MG – de Federação Estadual Única, Democrática dos Sindicatos dos Servidores, Funcionários Públicos das Câmaras de Vereadores, Fundações, Empresas Públicas, Autarquias e Prefeituras Municipais de Minas Gerais para Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Minas Gerais;

2) Criação oficial da subsede na cidade de Belo Horizonte;

3) Fim da CONFESERP e da CONSIND, congressos da Federação, e criação do “Congresso da FESERP-MG, a ser convocado pela diretoria;

4) Autorização para alteração dos cargos de diretoria em vacância;

5) Criação de um Conselho Diretor, com autonomia para deliberações e com um membro de cada sindicato filiado;

6) Criação de um Conselho Gestor da FESERP-MG, com a participação da presidência, secretaria geral, diretorias financeira e jurídica e um membro do Conselho Fiscal e do Conselho Diretor.

E a força da FESERP-MG em Minas foi provada em números. Só em dezembro, a Federação apoiou, em diversos graus, os processos eleitorais em oito sindicatos de servidores públicos municipais de Minas, e venceu em sete: Campina Verde (reeleição de Jeová “Baianinho” da Silva Andrade, foto 3), Canápolis (reeleição de Eder Barcelos do Nascimento), Dores do Indaiá (eleição do atual vice-presidente João Antônio Batista), Gurinhatã (reeleição de José Batista Xavier), Itabira (vitória de Auro Roberto Gonzaga, foto 4), Janaúba (reeleição de Marileia Ribeiro, foto 5) e Montes Claros (reeleição de Flávio Célio Oliva Pereira, foto 6) – a única derrota foi em Nova Lima (com a Chapa 2, foto 7)

Para não perder o costume, dezembro também teve protestos contra a Reforma da Previdência – no dia 5, e a FESERP-MG, CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros) e CSPB (Confederação dos Servidores Públicos do Brasil) marcaram presença no ato público de Juiz de Fora (foto 8)

Da prática à teoria, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora (SINSERPU-JF) promoveu, no dia 6, uma palestra seguida de debate com advogados trabalhistas (foto 9), para análise de itens da Reforma Trabalhista.

Em Pirapora, uma Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 7 (foto 10) decidiu pela deflagração de uma greve geral no início de fevereiro de 2018, em protesto ao não atendimento, por parte da Administração Municipal, de várias reivindicações dos servidores.

Em Matias Barbosa, o protesto, puxado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Matias Barbosa e Região (SINSERPU-MB), com distribuição de cartazes (foto 11), foi contra a falta de bom senso e total incoerência dos poderes Executivo e Legislativo da cidade, que aprovaram um Projeto de Lei que cria o 13º salário e férias para prefeito e vice do município.

No dia 19, Cosme Nogueira, tomou posse como presidente da seccional Minas Gerais da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), em cerimônia na Câmara Municipal de Belo Horizonte (foto 12). Com ele também foram empossados, todos de sindicatos de servidores públicos municipais ligados à FESERP-MG: Rildo Domingos da Silva (São Sebastião do Paraíso), Adriana Lima Camargo (Teófilo Otoni), Antonio Carlos de Sant Ana (Juiz de Fora), Maria Elizabeth Sena Duarte (Teófilo Otoni), Amarildo Romanazzi da Fonseca (Juiz de Fora), Calmelícia Antônia da Silva (Mateus Leme), Claudio Borges do Espírito Santo (Varginha), Agnaldo Jaílson de Almeida (Juiz de Fora), Jairo Cesar Rodrigues (Juiz de Fora), Maria Rejane Tenório de Araujo (São Sebastião do Paraíso), Lucimar Cândido de Souza (Juiz de Fora), Vanilson Gomes de Oliveira (Juiz de Fora), Jéssica Teodoro Antonio (Nova Serrana), Luiz Gustavo Mateus Nascimento (Juiz de Fora), Ivan Expedito Catarina (Juiz de Fora), José Mauro de Souza (Matias Barbosa), Lucia Neide de Oliveira Pereira (São Sebastião do Paraíso) e Renato Ferreira Pinto (Arceburgo). Além deles, foram eleitos no Congresso Estadual da CSB Minas, em setembro, fazem parte da diretoria, mas não puderam comparecer à cerimônia de posse: Carlos Alberto Lucas (Carandaí), Ernaldina Sousa Silva Rodrigues (Pirapora), Sebastiana Célia Robert Tavares (Leopoldina), Priscila Miranda Xavier Costa (Itabira), Deise da Silva Medeiros (Juiz de Fora), Euisles Rodrigues Silva (Lavras), Eliezer José Costa (Nepomuceno), Rogério Rodrigues de Melo (Barroso), Elizandro José Pinto da Silva (Carmo do Paranaíba), Ana Claudia Gurgel Fernandes (Guaxupé), Denise Aparecida Moura (Ponte Nova) e Deise Aparecida Silva Rocha (Monte Belo).

No dia 20, um sonho acalentado durante anos se tornou realidade com a inauguração (foto 13) da sede própria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Barroso (SISERMUBAR), presidido por Rogério Rodrigues de Melo.

No dia 21, os servidores de Ponte Nova aprovaram, em Assembleia (foto 14) o índice de 6% de reajuste salarial proposto pela Administração Municipal.

.           Em dezembro, o Sindicato dos Servidores Municipais de Felisburgo (SINDFELIZ) filiou-se à FESERP-MG e também à CSB (foto 15)

retros dezembro Assembleiaretros dezembro Assembleia 2retros dezembro Campina Verderetros dezembro Itabiraretros dezembro Janaúbaretros dezembro Montes Claros  2retros dezembro Nova Limaretros dezembro Juiz de Foraretros dezembro Juiz de Fora 2retros dezembro Pirapora 2retros dezembro Matias Barbosaretros dezembro posseretros dezembro barrosoretros dezembro Ponte Novaretros dezembro felisburgo

 

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.