Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Audiência Pública na Câmara define demissão de diretores da EMPAV e sacramenta vitória do SINSERPU-JF

SAMSUNG CAMERA PICTURES(Juiz de Fora – MG) – Uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Juiz de Fora, na tarde desta quarta-feira (30 de setembro), discutiu as denúncias de irregularidades na EMPAV (a empresa de pavimentação da Prefeitura) feitas pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Juiz de Fora (SINSERPU-JF) e tornadas públicas em agosto. Ao final da reunião, várias vitórias para os trabalhadores. A primeira delas, o secretário municipal de Governo, José Sóter de Figueirôa Neto, anunciou oficialmente a exoneração do diretor-presidente, José Eduardo Araújo, e o do diretor financeiro-administrativo, Teodoro Pires de Mendonça, da EMPAV – e essa era a principal reivindicação dos funcionários, um dos motivos, inclusive, da paralisação de 18 de agosto. E não só isso: o representante do Executivo afirmou ainda que “o prefeito Bruno Siqueira (PMDB), atendendo às reivindicações do SINSERPU-JF, extinguiu o cargo de vice-presidente da empresa, vai elaborar um lista de cargos comissionados para análise e possivelmente enxugamento, redimensionar o trabalho de alguns servidores da EMPAV e determinar que o Conselho de Administração, no qual sindicalistas tem assento, passe a se reunir uma vez por mês”. Em suma, segundo o secretário, a “EMPAV terá vida nova a partir de agora”, com a participação pedida do Sindicato. O presidente do SINSERPU-JF, Amarildo Romanazzi, dividiu as vitórias com todos. “Os méritos das conquistas são de toda a classe, de todos os trabalhadores que estão de parabéns”, disse. A FESERP-MG foi representada na reunião pelo responsável pela Diretoria de Portadores de Necessidades Especiais Anderson Alvim.

 Porém, apesar das vitórias sindicais, Amarildo Romanazzi fez questão de alertar para a situação atual da EMPAV. “Os dois diretores demitidos eram dois incompetentes e deram prejuízo à empresa, entre juros e multas em algo em torno de R$ 1 milhão. A EMPAV está falida e se nada for feito ela pode até acabar”, disse. Sobre isso, o secretário municipal de Governo pediu um voto de confiança. “A hora é de olhar para a frente. Creio que hoje é um dia histórico para a empresa”, afirmou José Sóter de Figueirôa, que prometeu divulgar nesta quinta-feira (primeiro de outubro) o teor do relatório do Conselho de Administração da EMPAV sobre as denúncias de irregularidades feitas pelo SINSERPU-JF.

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.