Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Deu na Mídia LIX – Sindicato de Juiz de Fora reivindica IPCA mais reajuste de 5%

Campanha JFFonte: Jornal Tribuna de Minas (Juiz de Fora – MG, Edição de terça-feira, 24 de março)

      As negociações salariais das categorias do funcionalismo municipal representadas pelo Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Juiz de Fora (Sinserpu) terão seu primeiro capítulo hoje, quando o sindicato irá protocolar sua pauta de reivindicações junto à Prefeitura. O documento deve ser formado por 24 itens. Segundo os pleitos definidos pela categoria em assembleia realizada na última sexta-feira, os servidores iniciam as conversas solicitando recomposições salariais dos últimos 12 meses, com base no IPCA, e ganho real de 5%, como forma de reposição de perdas anteriores. De acordo com o presidente do Sinserpu, Amarildo Romanazzi, a partir da oficialização da pauta, os servidores irão aguardar que o Município agende uma reunião para que, de fato, tenha início o diálogo entre as partes.

    Os servidores também reivindicam a implementação de um grupo de trabalho para discutir a reformulação do atual plano de cargos, carreiras e vencimentos da categoria, além da criação de uma nova tabela salarial. Como justificativa para o pleito, o funcionalismo aponta desvalorização entre os vencimentos pagos pelo Município em comparação ao observado nos valores praticados pela iniciativa privada. O Sinserpu defenderá ainda isonomia na concessão do tíquete-alimentação, com o o benefício reajustado para R$ 300 para todos os servidores e a extinção da regra que relaciona a cessão do benefício à assiduidade.

AMAC – O Sinserpu ainda deliberou sobre a pauta de reivindicações dos funcionários da AMAC, que também querem reajuste com base no IPCA, mais ganho real de 5%. O documento aborda os questionamentos enfrentados pela entidade no âmbito jurídico desde 2009. Entre eles, um que considera a entidade como de direito público e condiciona a contratação de pessoal à realização de concursos. A decisão ameaça o emprego de mais de mil funcionários.

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.