Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Servidores municipais de Leopoldina terão 8% de reajuste salarial

Gilson-300x156(Leopoldina – MG) – Os servidores municipais de Leopoldina aprovaram, na noite da última segunda-feira (24/março), a proposta de um índice de 8% de reajuste salarial encaminhada pela administração municipal e um acréscimo de mais R$ 20,00 no Auxílio Alimentação. O SINSERPU (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Leopoldina) mais uma vez cumpriu bem o seu papel como representante da categoria, haja vista a sua atuação diante as negociações com a administração municipal. Foram várias reuniões internas da direção do sindicato, duas Assembleias com a categoria, recolhimento de abaixo assinados com servidores que enviaram reivindicações específicas de suas áreas de trabalho que foram incluídas na pauta, bem como as discussões dos itens da pauta com a equipe econômica do governo e comissão de negociação eleita pela assembléia dos servidores.

A proposta que a direção do SINSERPU apresentou ao governo, foi a aprovada por unanimidade pela categoria na Assembleia do dia 20 de fevereiro. Os servidores pleiteavam um índice de 15% de reajuste no salário e 30% de reajuste no Auxílio alimentação que poderia passar dos atuais R$220,00 para R$286,00 e a direção do SINSERPU com a comissão de negociação, esgotaram os limites de discussões com a equipe econômica defendendo a proposta da categoria. Porém, os representantes do governo deixaram muito claro a incapacidade administrativa de atender o requerido pela categoria, haja vista os limites legais observados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), com gastos de pessoal.

Segundo o presidente do SINSERPU de Leopoldina, Agrônomo Gilson Barbosa Carminate (foto), apesar de muito discutida, a reunião aconteceu num ambiente de muita tranqüilidade e harmonia. O fato curioso diante de tudo, é que os servidores presentes nesta AGE votaram favorável a proposta encaminhada pelo governo de forma unânime, mas, alguns servidores que encaminharam reivindicações específicas das suas áreas de trabalho demonstraram que irão continuar acompanhando o sindicato nas negociações dos demais itens da pauta, inclusive manifestaram até em possível paralisação de seus setores em caso do não atendimento da administração em suas reivindicações, que vão muito além do reajuste salarial.

Texto Amaury da Silva Santos – Assessoria de Imprensa do SINSERPU

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.