Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Sindicato de Nova Serrana denuncia salários abaixo do mínimo

(Nova Serrana – MG) – O sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Serrana (SISNOVA) emitiu Nota de Esclarecimento e repúdio ao que vem acontecendo na cidade há muito tempo: servidores recebendo pelo seu trabalho menos de um salário mínimo. De acordo com o documento, assinado pela presidente Sônia Maria de Jesus, a situação é facilmente comprovado, com falhas na confecção dos contracheques de alguns servidores, pois as verbas indenizatórias são calculadas tendo como base o valor de R$598,54, conforme prova o Demonstrativo do Cadastro Pessoal da Prefeitura. “Vamos lutar contra esse desrespeito e essa arbitrariedade. Falsas promessas, de regularização, já foram feitas pela Prefeitura e não foram cumpridas. Queremos justiça e não aceitaremos o argumento de que não há dinheiro em caixa, pois é sabido que os cofres municipais não estão vazios, como pode alardear o prefeito”, disse a sindicalista.

Eis a íntegra da Nota de Esclarecimento:

      O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Serrana (SISNOVA) esclarece, a todos os servidores e à população em geral, que a recente entrevista concedida pelo prefeito municipal a uma emissora de rádio só veio corroborar tudo aquilo que a entidade já vinha denunciando: que há servidores recebendo pelo seu trabalho menos de um salário mínimo; que essa desvalorização e esse desrespeito não vêm de agora, a situação passa e se agrava de uma administração para a outra; que a defasagem salarial do funcionalismo é gritante e há falhas no contracheque de alguns servidores, pois as verbas indenizatórias são calculadas tendo como base o valor de R$598,54, conforme prova o Demonstrativo do Cadastro Pessoal da Prefeitura.

    O que o SISNOVA quer, exige e vai lutar é o uso do bom senso e da justiça. Se foi admitido, na referida entrevista, que o servidor ganha um complemento para que se chegue a um salário mínimo porque não adequar o vencimento base? E não custa lembrar que na negociação salarial do ano passado ficou acertado (verbalmente e não por escrito, infelizmente) que até novembro de 2013 seria feito esse ajuste.

    O SISNOVA não aceitará o argumento da Prefeitura de que não há dinheiro em caixa, pois é sabido que os cofres municipais não estão vazios, como pode alardear o prefeito.

     O SISNOVA, por fim, convoca a todos os servidores para uma Assembléia Geral, no dia 17 de março de 2014 (segunda-feira), às 18h30, no Centro Social (Rua Dimas Guimarães, 193, Centro)

     Vamos juntos tomar decisões para combater essa arbitrariedade!

     Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Serrana

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.