Bem vindo ao site da FESERP Minas

E-mail:

feserpjf@gmail.com

Visite-nos:

Rua São Sebastião, 780, Centro, Juiz de Fora/MG CEP: 36.015-410

Notícias

Breve Retrospectiva de 2013 – Novembro: novos sindicatos chegam para fortalecer a Federação

     Em novembro mais quatro sindicatos, de diferentes partes de Minas Gerais, se filiaram à FESERP-MG: Pará de Minas (foto), Paracatu, Ponte Nova e Teófilo Otoni. Com isso, a Federação fecha o ano com 50 entidades filiadas oficialmente, nas cidades de Aguanil, Alterosa, Araguari, Barroso, Buritizeiro, Camanducaia, Cambuquira, Campo Belo, Canápolis, Candeias, Carandaí, Carmo do Paranaíba, Cássia, Cataguases, Conceição do Rio Verde, Cristais, Cruzilia, Dores do Indaiá, Guapé, Guaranésia, Guaxupé, Ijaci, Itabirito, Itajubá, Juiz de Fora, Lavras, Leopoldina, Matias Barbosa, Monte Belo, Nepomuceno, Nova Serrana, Pará de Minas, Paracatu Patrocínio, Pirapora, Pitangui, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Rio Pomba, Santa Vitória, Santana do Jacaré, São João Nepomuceno, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Senador Modestino Gonçalves, Serrania, Teófilo Otoni, Uberlândia, Varginha e Várzea da Palma.

No mês, no Sul de Minas, dois desses sindicatos filiados viveram momentos distintos. Em AGUANIL, depois de uma extensa batalha liderada pelo presidente Elismarcis Ribeiro Campos para garantir, entre outras coisas, um direito básico: reajuste salarial, o prefeito municipal Ricardo Terra compareceu a Câmara de Vereadores para dizer que atenderá a reivindicação do Sindicato, com o envio ao Legislativo do Projeto de Lei que reajusta os vencimentos em 6,2 %. Além disso, conforme acordo feito com o presidente do Sindicato, garantiu um outro aumento, no início de 2014, assim que sair o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Já em CRISTAIS, o Sindicato dos Servidores Públicos passou boa parte do segundo semestre questionando as autoridades municipais sobre o destino da verba do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que deveria ser rateado entre os professores da rede municipal de ensino. De acordo com o tesoureiro do Sindicato, Afonso Celso Leitão, e com base em dados oficiais colhidos no site do Banco do Brasil, os R$ 56.659,58 depositados no dia 21 de junho foram usados de forma errada.

Conheça as vantagens de ser um afiliado. Junte-se a nós e aproveite.